-->

quinta-feira, 6 de março de 2014

Sobre o feed de carnaval

A retardatária data do carnaval neste ano, acabou por aglomerar vários acontecimentos mundo afora durante esta semana. Talvez tenha sido um dos carnavais que tudo aconteceu como se esperava, exatamente assim. Sem muitas surpresas ou inovação! Alias, 2014 foi a consagração e o carnaval da Multimídia Sabrina Satto, que reinou absoluta e continuará. A ascensão da mesma pode ser facilmente explicada pelo carisma e capacidade de transitar com muita facilidade de A a Z. Ser uma pessoa agradável é o must have da temporada.



 Talvez quem tenha tido uma chance de ser mais bem percebida, foi a exuberante e também ex BBB, Juliana Alves, que sábado próximo encerra os desfile das campeãs diante da bateria da Unidos da Tijuca. Ambas são tipicamente mulheres que representam o protótipo da mulher brasileira. Sabrina apesar da genética oriental, é um bom exemplo para personificar a miscigenação de raças, características do nosso povo.


Enquanto as escolas do Grupo Especial do carnaval do Rio de Janeiro desfilavam na Sapucaí, em Los Angeles, atores e atrizes, estrelas de Hollywood desfilavam seus looks perfeitos no red carpet. Evento totalmente abafado pelo carnaval aqui no Brasil. Também sem muitos acontecimentos. Um Oscar em que os atores coadjuvantes se destacaram sobre os protagonistas. Jared Leto (Clube de Compras Dallas) e Lupita Nyongo (12 Anos de Escravidão) foram os que mais tiveram destaque. Ela principalemte pelo look deuso by Prada que não possibilitou chances para que nenhuma outra se sentisse a mais elegante. Matthew McConaughey que levou a estatueta de melhor ator, destacou-se mais pela trapalhada no look que misturou branco e preto num traje que tenho lá minhas dúvidas se é adequado para a ocasião. Os mais conservadores não gostam.


Uma figura que já se destaca no Oscar desde outros carnavais é a mineira e belohorizontina Camila Alves que estava impecável com vestido da Equatoriana Gabriela Cadena, ao lado do marido vencedor.


Ao mesmo tempo desfilavam em Paris as coleções outono-inverno 2015 na semana de moda mais importante do planeta. E para não ser diferente dos outros tipos de desfiles que aconteciam em partes distintas do nosso planeta, a Paris Fashion Week também não apresentou grandes novidades em relação às outras semanas de moda que acabaram de acontecer.

Afirmou a existência de uma tendência em que "todos os estilistas estão em busca do cool", afirmou Constanza Pascolato. O elegante é parecer sem qualquer esforço. Nada de muito milimetricamente pensado e armado. Cuidado é sempre essencial, mas o chique é não deixar perpassar a preocupação exacerbada com o look. A coleção desfilada é cheia de feminilidade, texturas e formas cabíveis para quaisquer momentos do dia.




A novidade maior da Semana foi sem dúvida o Super Mercado montado pelo Kaiser para o desfile da sua Chanel. O diretor criativo da marca está mesmo a fim de mudar alguns paradigmas na moda e de certa forma publicizar o conceito de que a mulher pode estar adequadamente vestida até mesmo para ir as compras domésticas. Para não ficar parecendo demais, Karl migrou o tênis da couture para o prét-à-porter e criou looks possíveis para diferentes horários e intenções. As pegadas esportivas estão em alta e vão frequentar nossos períodos noturnos.








Talvez o que Karl Lagerfeld não imaginava é que seu tão desejado supermercado acabasse sendo saqueado por um grupo tão seleto de pessoas convidadas pela própria marca. Até editoras não se contiveram em alojar alguns produtos em suas bolsas. O que elas não contavam era com os seguranças logos na saída, responsáveis em re-capturar o que fosse de pertence do Kaiser. "A falta de educação, de bom senso, fez pessoas hiper privilegiadas agirem como mortos de fome". Doce ilusão achar que karl é mesmo muito bonzinho! Produtos na prateleira, please! Bjos e até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário